Conserve - A importância da prevenção

Amanda Costa

Você já reparou que a cor do nosso logotipo esse mês está rosa? Isso porque no mês de outubro acontece um movimento internacional de conscientização para o cuidado e prevenção ao câncer de mama - O Outubro Rosa. O maior acesso às informações e aos serviços de diagnóstico precoce são fundamentais para o sucesso do tratamento e redução da mortalidade. 

A prevenção é um dos principais princípios do desenvolvimento sustentável e com ele podemos aprender muito!

Segundo o Instituto Nacional do Câncer, o Câncer de Mama é o segundo tipo que mais acomete brasileiras. E manter um cuidado e prevenção através do controle dos fatores de riscos, como excesso de peso corporal e sedentarismo, e rastreamento através de mamografia pode significar grande probabilidade de cura. O diagnóstico precoce do câncer em seu estágio inicial aumenta a chance de cura em até 95%. Por isso, conserve!

Relato
'Me chamo Amanda e sou voluntária do Instituto. Exatamente no mês de outubro, tempo de conscientização do Câncer de Mama, minha mãe realizou a cirurgia para retirada de um tumor na mama. O câncer foi detectado em exames de rotina, na mamografia, e está em seus estágios iniciais, o que representa para ela quase 100% de chance de cura. Não é fácil receber a notícia de uma doença como o câncer, afeta toda a família, no entanto, estabelecer uma rede de apoio e contar com os serviços médicos e saber que há como vencer a doença faz toda a diferença. Nunca achamos que pode acontecer conosco, mas agora entendo a importância de que as informações de prevenção devem alcançar a todos e fico feliz que o Instituto Jurumi faça parte desse movimento'.

Outubro Rosa, conserve!

Veja a seguir possíveis sinais e sintomas da doença:
O Sistema Único de Saúde - SUS é fundamental no tratamento da doença para muitas brasileiras, nossas colegas, mães, tias, namoradas, esposas, irmãs e também amigos... sim a doença também ocorre em homens. Por isso conserve a saúde, conserva a natureza! Conserve! 

 LEIA MAIS  sobre as mamas, acesse:



Comentários