1ª Corrida Selvagem

A 1ª Corrida Selvagem será realizada no dia 29 de Outubro de 2017 (Domingo), na Fazenda Santa Branca Ecoturismo num percurso de 6km. A Largada e Chegada da Corrida será na estrada ao lado do Lago da Tirolesa e dos passeios de Caiaques e Stand Up. A Largada será única e ocorrerá exatamente às 8h da manhã. O tempo limite para completar os 6km, será de 2 horas, ou seja, às 10h.

Esta Corrida tem o intuito de divulgar o trabalho do CEVAS e unir laços em prol da causa dos animais silvestres, além de incentivar a prática de esportes em contato com a natureza, bem como, a valorização do Meio Ambiente.

As inscrições serão realizadas por lotes e valores distintos da seguinte forma: de 15 de Agosto a 14 de Setembro - Primeiro Lote com valor de R$ 80,00 (Oitenta Reais); de 15 de Setembro a 15 de Outubro - Segundo Lote com valor de R$ 100,00 (Cem Reais); Após 15 de Outubro, as inscrições estarão encerradas.

Termo de Responsabilidade
Ao realizar a inscrição, cada participante confirma estar em plenas condições físicas e de saúde, além de estar ciente da presença de animais silvestres no local de realização da corrida, como insetos por exemplo.

As inscrições podem ser realizadas nesse link > 2º lote.

A premiação será realizada da seguinte forma: medalha de participação para todos os corredores que completarem a prova dentro do tempo limite de duas horas. Troféu para os três primeiros colocados masculino e feminino nas seguintes faixas etárias: de 16 a 39 anos, de 40 a 59 anos e acima de 60 anos.

Os fundos arrecadados serão destinados a cobrir custos do Evento, com o restante revertido em prol do CEVAS para a construção de um Centro Cirúrgico para os animais.
O CEVAS
O Centro Voluntário de Reabilitação de Animais Selvagens – CEVAS foi fundado dia 03 de março de 2017 para atender às demandas do Corpo de Bombeiros e de Anápolis – GO quanto aos tratamentos de animais silvestres resgatados pelos bombeiros e soltura dos mesmos após a reabilitação. O órgão possui autorização da SECIMA, Secretaria do Meio Ambiente do Estado de Goiás e atualmente conta apenas com doações de frutas e verduras. Medicamentos e materiais de construção são arcados pela fundadora. Situa-se na Chácara 59, na Estância Bonfim. A proprietária cedeu parte da área para este trabalho, necessitando de construções de recintos e centro cirúrgico para atender os animais com a qualidade que tanto merecem. O Instituto Jurumi apoia essa iniciativa.

Comentários

Outras postagens

Predação de morcego por aranha caranguejeira

Projeto Cerrado na Escola